IMS na mídia: professor Guilherme Werneck conversou com a TV Unifase sobre o estudo “Mortes evitáveis por Covid-19 no Brasil”

O médico epidemiologista Guilherme Werneck, professor do Instituto de Medicina Social da UERJ e do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ, fala sobre o estudo Mortes Evitáveis por Covid-19 no Brasil. Além de Werneck, o trabalho contou com a participação de pesquisadores da UFRJ e da USP. O estudo revelou que 40% das mortes pela doença no país poderiam ter sido evitadas com políticas públicas adequadas. Somente no primeiro ano da pandemia, 120 mil vidas teriam sido poupadas apenas com medidas de redução da transmissão comunitária do vírus, como distanciamento físico, uso de máscaras e testes. Outros 20 mil brasileiros não teriam morrido se tivessem tido acesso à internação hospitalar. O documento aponta ainda uma série de recomendações, como a importância de um plano de responsabilização e reparação e a criação de uma Frente Nacional de Enfrentamento, uma forma de preparar o país para novas epidemias e futuros problemas de saúde pública.

Fonte: Canal YouTube da TV Unifase

Assista à entrevista abaixo.