domingo, julho 21, 2024
Mais Notícias

Resenha de Martinho Silva (IMS) para o livro “Na Mira do Fuzil: a Saúde Mental das Mulheres Negras em Questão”

No livro Na Mira do Fuzil: a Saúde Mental das Mulheres Negras em Questão, a autora entrevistou cinco mulheres negras e teceu uma série de considerações sobre a política de saúde mental no Brasil a partir desse diálogo, destacando cinco processos que atravessaram essas e outras vidas vitimadas pela violência policial no Rio de Janeiro: patologização, psicologização, psiquiatrização, medicalização e farmacologização. O livro é composto de cinco capítulos, todos eles com títulos aspeados; quando chegamos ao terceiro – Mães de Bandidos –, obtemos acesso às falas das entrevistadas, tendo seus nomes substituídos por flores para manter a confidencialidade: Cravo, Girassol, Margarida, Orquídea e Rosa. Com o objetivo de “analisar os impactos da violência armada na saúde mental das mulheres negras, dando destaque ao processo de sofrimento e adoecimento psíquico ocasionados pela mutilação ou morte de seus filhos” (p. 19), a pesquisa qualitativa foi desenvolvida “ao longo de cinco anos, sendo fruto de um conjunto de ações de extensão, orientações, reflexões, troca e demais atividades realizadas” (p. 21-2).

Confira aqui a íntegra da resenha, publicada nos Cadernos de Saúde Pública.