terça-feira, abril 23, 2024

XII Seminário de Pesquisa do IMS

Home
Sobre
Certificados
Submissão de resumos
Coletivos Temáticos
Convocatória e Inscrição
Programação
Home

MESAS REDONDAS I DEBATES I FÓRUNS TEMÁTICOS I OFICINAS I APRESENTAÇÕES DE TRABALHOS

5 a 8 de dezembro de 2023

Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro
Bloco E, 7º andar- UERJ

Sobre
O Coletivo de Estudantes do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS-UERJ) realizará entre 4 e 8 de dezembro de 2023 o XII Seminário de Pesquisa do IMS, com o tema Retomar o coletivo para reintegrar à saúde.
A proposta está atrelada ao momento pós-pandêmico, a reinstauração de um projeto político-democrático no país e o retorno das atividades do seminário paradas desde 2017.

Público-Alvo

Pós-graduandos, docentes, pesquisadores, trabalhadores dos Serviços de Saúde, usuários do SUS, ativistas, integrantes de Movimentos Sociais e outros interessados no desenvolvimento do campo da Saúde Coletiva no Brasil e do Sistema Único de Saúde.
 

O Seminário será INTEIRAMENTE PRESENCIAL.

O Seminário de Pesquisa do IMS é uma iniciativa do Coletivo de Estudantes do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UERJ. Temos como foco principal debater temas importantes para a Saúde Coletiva e o SUS, além de divulgar e integrar os trabalhos desenvolvidos por pós-graduandos do IMS e de outras instituições.
O Coletivo de Estudantes do IMS reúne estudantes das três áreas de concentração do PPGSC: Ciências Humanas e Saúde; Epidemiologia; Política, Planejamento e Administração em Saúde.
A Comissão Organizadora é composta por onze pós-graduandos do PPGSC:

    • Andrea Pena (PPAS)
    • Anna Beatriz Antunes (EPI)
    • Anna Beatriz Torres (EPI)
    • Bruna Andrade (PPAS)
    • Danielle Paulo (EPI)
    • Gabriel Belmonte (CHS)
    • Igor Coelho (CHS)
    • Madalena Cirne (CHS)
    • Naiana Carvalho (PPAS)
    • Tássia Áquila (CHS)
    • Ueslei Solaterrar (CHS)

 

Objetivos

  • Articulação entre a produção acadêmica e científica com os movimentos sociais e a atuação de profissionais da Saúde Coletiva.
  • Fortalecimento do campo da Saúde Coletiva e áreas correlatas, buscando a construção compartilhada de registros, experiências, análises e proposições para os temas em discussão.
  • Dar visibilidade a produção acadêmica, científica e experiências nas diversas atividades.
  • Promover a integração de pessoas, conhecimentos e práticas entre as três áreas que compõem a Saúde Coletiva: ciências sociais e humanas em saúde; epidemiologia; e política, planejamento e gestão da saúde.

 

Informações Gerais

As informações referentes ao Seminário estão disponibilizadas no nosso Instagram (https://www.instagram.com/seminariodepesquisadoims/) e site.
A comissão organizadora se coloca à disposição para responder eventuais dúvidas e questões pelo e-mail: seminariodepesquisadoims@gmail.com
Certificados

Os certificados de participação já estão disponíveis!

– Preencha o campo do e-mail para fazer o download dos certificados;

– Para os certificados de apresentação de trabalho com mais de um autor: somente o autor principal tem acesso ao site, então deve realizar este processo e depois compartilhar o certificado com seus colegas;

– Qualquer dúvida ou outras informações enviar para o email: seminariodepesquisadoims@gmail.com com o título do assunto.

Submissão de resumos

Formulário para submissão de resumos:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScBo1l5N8HbZUefBuXt0vLxFrDCMs0mj66EK9AwTrHJJWp-BA/viewform

Modelo de resumo de relato de pesquisa:

https://docs.google.com/document/d/18nMZ_v276buCMSwEIzIUWGSiN0BYDlaM/edit?usp=sharing&ouid=111987338379661070676&rtpof=true&sd=true

Modelo de resumo de relato de experiência:

https://docs.google.com/document/d/17cDI5IidWrE8koBG1L7O_6JieIL6BNj1/edit?usp=sharing&ouid=111987338379661070676&rtpof=true&sd=true

O evento receberá inscrições de trabalhos entre 04 de setembro e 23 de outubro de 2023, até às 23h00.

Os trabalhos aprovados serão apresentados, no formato de rodas de conversa, nos Coletivos Temáticos indicados. Há a possibilidade de trabalhos serem realocados para outros CTs, de acordo com as avaliações dos pareceristas e demandas de envio. Cada trabalho terá dez minutos para ser apresentado pelo autor proponente. Após as apresentações, haverá debate com os respectivos autores mediado pela coordenação do CT.

Normas gerais:

  • O conteúdo do resumo deve ser adequado ao coletivo temático indicado.
  • Os resumos são expandidos: podem conter até 5.000 caracteres com espaço, com exceção do título do trabalho, das seções de cada modalidade e das referências. Os autores podem distribuir livremente a quantidade de caracteres do texto pelas seções. O título deve estar escrito em caixa alta, com no máximo 170 caracteres.
  • Os resumos devem seguir os modelos específicos, conforme disponibilizados.
  • Cada participante poderá submeter apenas 1 resumo expandido como autor não havendo limites para participação como coautor.
  • Os trabalhos aprovados serão apresentados em formato de roda de conversa nos Coletivos Temáticos selecionados.
  • Caso o autor responsável pelo trabalho não possa apresentá-lo durante o evento, a responsabilidade deverá ser transferida para um coautor.
  • A comissão organizadora proverá apenas a estrutura e o computador para as apresentações. Caso haja necessidade de som e imagem indique no formulário de submissão.
  • Os resumos expandidos não devem conter gráficos, tabelas e outros recursos visuais.

Relato de Pesquisa

  • Consiste em trabalhos originais em qualquer etapa da pesquisa (projeto, em desenvolvimento, avançado e/ou concluída)
  • O resumo deverá contemplar obrigatoriamente os seguintes itens: Introdução, Objetivos, Metodologia, Resultados e Discussão (se houver), Conclusões/Considerações Finais e Referências Bibliográficas.

Relato de experiência

  • Refere-se à sistematização de reflexões sobre experiências, vivências ou um caso de enfrentamento de situações e problemas de saúde.
  • O resumo deverá contemplar obrigatoriamente os seguintes itens: Contextualização, Descrição, Período de Realização, Objetivo, Resultados, Aprendizados e Análise Crítica e Referências Bibliográficas.
  • Serão aceitos relatos de experiências que ainda estão em curso, mas que já construíram significativo  aprendizado. Não serão aceitas experiências concluídas há mais de 3 anos.

Instruções:

Os resumos devem ser enviados exclusivamente pelo formulário no site, seguindo os modelos de resumos (relato de pesquisa ou relato de experiência).

  1. Realize o download do modelo de resumo escolhido (relato de pesquisa ou relato de experiência).
  2. Edite o documento inserindo o texto do seu resumo e as informações solicitadas.
  3. Salve o arquivo em PDF e o nomeie conforme a ordem: COLETIVO TEMÁTICO-MODALIDADE DE TRABALHO-NOME E SOBRENOME DO AUTOR PROPONENTE, exemplos:

CT03-RP-HESIO-CORDEIRO

ou

CT09-RE-NINA-PEREIRA-NUNES

  1. Preencha o formulário de submissão e no último item anexe o seu resumo.
  2. O autor receberá um e-mail automático, caso seu resumo tenha sido enviado com sucesso. Caso não o receba, procure no spam e, posteriormente, entre em contato pelo e-mail: seminariodepesquisadoims@gmail.com para confirmar o envio.

Coletivos Temáticos

Clique aqui e explore os trabalhos a serem apresentados nos Coletivos Temáticos

  • Interseccionalidades e desigualdades na Saúde
  • Transformações no mundo do trabalho
  • Acessos à saúde: serviços, medicamentos e judicialização
  • Itinerários de cuidado e processos saúde-doença
  • Subjetividade, Atenção Psicossocial e Saúde Coletiva no Brasil
  • Violência e construção de saúde: impactos na sociedade e nos indivíduos
  • Relações entre saúde, meio ambiente e política
  • Educação e (in)formação em saúde: caminhos e desafios sociais e políticos para coletividade
  • Interfaces entre ciência, bioética e tecnologia
  • Agravos de Saúde Transmissíveis e Não Transmissíveis

 

CT.01 Interseccionalidades e desigualdades na Saúde
Debatedores: Everton Rangel (PUC-Rio) e Stephanie Lima (Internetlab)
6 de dezembro, entre 9-12 horas
Esse coletivo temático tem como foco pesquisas e análises na área da Saúde Coletiva e em campos relacionados, acerca da produção da diferença com um enfoque nas abordagens interseccionais. Busca-se abarcar trabalhos que discutam as articulações entre marcadores sociais da diferença, como gênero, sexualidade, maternidades, masculinidades, classe social, saúde, raça, etnia e/ou idade/geração, entre outros, com a produção de desigualdades, discriminações, violações, hierarquizações e normatividades na saúde coletiva e em contextos relacionados. Visa também explorar como esses cenários podem ser contestados, habitados e desconstruídos, produzindo outros enlaces sociais.
CT.02 Transformações no mundo do trabalho 
Debatedores: Mônica Vieira (Fiocruz) e Ronaldo Teodoro (IMS-UERJ)
6 de dezembro, entre 9-12 horas
Esse Coletivo Temático busca fomentar a discussão sobre as transformações do mundo do trabalho a partir de estudos inseridos na Saúde Coletiva e áreas correlatas. Serão aceitos trabalhos sobre os temas: trabalho e saúde; saúde do trabalhador; gestão e planejamento em saúde; profissões de saúde; educação permanente em saúde; investigações sobre as distintas modalidades de trabalho na América Latina e no Brasil; efeitos da pandemia de COVID-19 nos contextos laborais; e as relações entre trabalho e migração, entre outros.
CT.03 Acessos à saúde: serviços, medicamentos e judicialização 
Debatedores: Lucas Freire (UERJ) e Gilney Costa (ENSP-Fiocruz)
6 de dezembro, entre 9-12 horas
O presente CT tem por objetivo divulgar e debater trabalhos que discorram sobre os acessos e barreiras à saúde a partir de serviços, medicamentos e judicialização da saúde. Busca-se análises de ações judiciais ligadas à assistência à saúde, seus impactos no sistema de saúde, no acesso a tratamentos, na alocação de recursos, nas políticas públicas de saúde e no diálogo institucional. Procura-se a partir de abordagem interdisciplinar analisar os desafios associados à judicialização como forma de efetivação do direito à saúde no campo da saúde coletiva e áreas relacionadas. Além disso, o coletivo tem a prerrogativa de se debruçar sobre o SUS e debates acerca da medicamentação em condições de doenças crônicas, psiquiátricas e problemáticas da saúde, como o aborto; vacinação; capacitismos; racismos, práticas discriminatórias e limitantes em relação a garantia do direito à saúde.
CT.04 Itinerários de cuidado e processos saúde-doença
Debatedores: Thais Vidaurre (IMS-UERJ),
Michele Souza (IMS-UERJ) e Natália Fazzioni (UFF)
7 de dezembro, entre 9-12 horas
A proposta do CT é contribuir com as reflexões sobre as experiências de adoecimento e cuidado. Serão aceitos trabalhos que pensem as práticas em saúde sob a perspectiva do usuário, refletindo sobre temáticos, como: os processos de saúde-doença; os itinerários terapêuticos e arranjos de cuidado; a integralidade em saúde; a distribuição desigual do cuidado; os determinantes sociais da saúde; os grupos de ajuda mútua; práticas alternativas ou religiosas; o impacto das tecnologias biomédicas e comunicacionais nas relações de cuidado; as “bioidentidades” e as relações entre cuidado e militância.
CT.05 Subjetividade, Atenção Psicossocial e Saúde Coletiva no Brasil
Debatedores: Eduardo Gomes (gerente de Saúde Mental FeSaúde-Niterói),
Claudia Lopes (IMS-UERJ) e Martinho Silva (IMS-UERJ)
8 de dezembro, entre 9-12 horas
Esse Coletivo Temático convoca as diversas disciplinas e práticas que compõem o campo da Saúde Mental no Brasil, a compartilhar novas ideias ou conceitos, achados de pesquisa, inovações metodológicas e relatos de boas práticas sobre o sofrimento psíquico, seus fatores condicionantes e determinantes e o cuidado em saúde mental. Esperam-se trabalhos articulados às diferentes dimensões da atenção psicossocial (epidemiológico, teórico conceptual; teórico assistencial; jurídico-político; sociocultural). Buscamos construir um espaço de troca que fortaleça a radicalização de uma Reforma Psiquiátrica brasileira antirracista, antipatriarcal, antiproibicionista, contracolonial, socialmente justa e emancipatória
CT.06 Violência e construção de saúde: impactos na sociedade e nos indivíduos
Debatedores: Emanuele Marques (IMS-UERJ), Aline Maia (PPGAS-UFRJ) e Georgia Pereira (IMS-UERJ)
7 de dezembro, entre 9-12 horas
O CT propõe a discussão dos cruzamentos entre violência e saúde, refletindo sobre as impossibilidades e as possibilidades de construção de saúde em contextos de invisibilização e vulnerabilização. Serão recebidos trabalhos que abordem as diferentes formas de violência e sua relação com o campo da saúde coletiva e áreas correlatas: as violências que chegam aos serviços de saúde através de demandas de cuidado; as violências que são produzidas pelas práticas assistenciais; as tensões de se produzir cuidado em contextos marcados pela violência; e as políticas públicas e ações de enfrentamento das violências e de busca pela garantia do direito à vida e à saúde.
CT.07 Relações entre saúde, meio ambiente e política
Debatedores: Dayan Oliveira (IMS-UERJ)
6 de dezembro, entre 9-12 horas
Esse CT pretende debater os perigos da crise socioambiental e sanitária que vivemos na atualidade e as políticas públicas de prevenção e reparação. Interessa refletir como esse contexto expõe grupos populacionais específicos a maior vulnerabilização e a diferentes situações de risco. Os “pacotes da destruição e do veneno” ameaçam particularmente indígenas e quilombolas, sendo urgente o enfrentamento do racismo ambiental. Buscam-se ações e olhares intersetoriais sobre a agricultura, nutrição e sistemas alimentares, a educação, o desenvolvimento urbano, a vida rural, poluição, o direito à cidade, estudos epidemiológicos em saúde ambiental e os processos de saúde e doença em sua relação com o meio ambiente, entre outros.
CT.08 Educação e (in)formação em saúde: caminhos e desafios sociais e políticos para coletividade
Debatedores: Ronaldo Teodoro (IMS-UERJ) e Fernanda Martins (Fiocruz)
7 de dezembro, entre 9-12 horas
A pandemia de COVID-19, o movimento anti-vacina no Brasil e no mundo, o anti-cientismo, o negacionismo e a disseminação de fake news compõem atravessamentos contemporâneos e importantes na saúde das populações. Desse modo, esse Coletivo Temático pretende discutir a inserção e fortalecimento do tema Educação Popular e Saúde; a comunicação como uma dimensão central da saúde e fundamental para as propostas de fortalecimento do Sistema Único de Saúde; a infodemia e a desinfodemia durante a pandemia de COVID-19; e a inserção e os impactos da Inteligência Artificial nos diversos aspectos da saúde, entre outros.
CT.09 Interfaces entre ciência, bioética e tecnologia
Debatedores: Fabiano Saldanha (IMS-UERJ) e Rosana Castro (IMS-UERJ)
8 de dezembro, entre 9-12 horas
Este CT tem como objetivo trazer discussões em relação à gestão da vida através da ciência, bioética e tecnologias na saúde. Busca-se promover o debate sobre várias interconexões importantes entre ciência, tecnologia, sociedade e poder na área da saúde. Abordando desde a produção de conhecimento em laboratórios até os impactos sociais e éticos das tecnologias na saúde, o Coletivo Temático foca nas diversas facetas das transformações contemporâneas nesse campo. Interessa pensar tanto as transformações tecnológicas quanto os modos como elas emergem no cotidiano dos sujeitos, moldando as compreensões sobre saúde-doença e bem-estar e produzindo biossociabilidades.
CT.10 Agravos de saúde transmissíveis e não transmissíveis 
Debatedores: Ana Sara Semeão (IMS/UERJ),  Tatiana Henriques (IMS-UERJ) e Ana Paula Razal (IMS-UERJ)
8 de dezembro, entre 9-12 horas
Este CT se dedica a divulgar pesquisas e experiências relacionadas a agravos de saúde comunicáveis e não comunicáveis. Serão bem-vindos trabalhos relativos ao rastreio, tratamento, inovações e técnicas diagnósticas; produção de tecnologias; produção de insumos farmacêuticos; padrões de disseminação e incidência; georreferenciamento; tendências de morbimortalidade; e relatos de caso. Também serão aceitas discussões sobre as iniquidades sócio-históricas na disseminação, identificação e tratamento de doenças; a influência do estilo de vida na incidência de doenças; as relações entre as doenças, o mundo do trabalho e do cuidado. Serão valorizadas pesquisas que demonstrem a efetividade de programas de prevenção e controle de doenças; avaliem os impactos socioeconômicos dessas enfermidades; e investiguem as estratégias de enfrentamento adotadas por diferentes comunidades e populações vulneráveis frente às doenças.

Convocatória e Inscrição
Formulário para inscrição em oficinas
https://forms.gle/3pWJGsSwfQrKBtVe7

 

Inscrição para participar como monitor(a) do XII Seminário de Pesquisa do IMS.

A Comissão Organizadora do XII Seminário de Pesquisa do IMS convida estudantes da UERJ, maiores de 18 anos, a participarem voluntariamente como MONITORES(AS) na edição de 2023, que ocorrerá de 4 a 8 de dezembro no campus Maracanã.

Requisitos:
– Ser aluno(a) da graduação e pós-graduação da UERJ, maior de 18 anos.
– Disponibilidade mínima de 20hs para atividades do seminário.

Atividades a serem realizadas:
Moderação de espaços científicos, apoio logístico, orientação de participantes, entre outras atividades.

Os participantes receberão certificado.

Formulário para inscrição de monitoria voluntária:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeMLMxxg9fXA88iPv5yWUh1GvQ_CIwUpf768vQhyKUtnZqGcQ/viewform

 

Formulário para inscrição como ouvinte:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSee4XZjP1cK4-AHyoJZHvlX4zV0Ixmkd2hb_M4Dj-_4Is_-lA/viewform

Programação

Clique aqui e baixe a programação completa com os nomes dos expositores

Clique para baixar a programação em PDF.

Mais informações: