terça-feira, junho 25, 2024
IMS na Mídia

Epidemiologista afirma que Rio deveria aproveitar pontos de vacinação vazios para acelerar busca ativa da segunda dose: Gulnar Azevedo (IMS) fala ao jornal “O Globo”

A Secretaria municipal de Saúde do Rio já esperava que o movimento nos postos de vacinação contra a Covid-19 fosse menor esta semana, como se constata em alguns dos principais locais da campanha. O quantitativo de doses disponível, no entanto, não é suficiente para acelerar ainda mais a imunização, afirma o secretário Daniel Soranz, titular da pasta. Assim, a cidade segue o esquema por idade, com planos de até o próximo dia 19 de junho vacinar todas as pessoas com 50 anos ou mais. Com os postos mais vazios, diz a epidemiologista Gulnar Azevedo, da Uerj, essa era hora de apertar o passo em outra frente importante: a busca ativa para garantir que mais gente tome a segunda dose.

Leia a matéria na íntegra (para assinantes).