Carta de apoio do IMS diante da perspectiva de alteração no processo de avaliação dos programas de Pós-Graduação

A Direção e a Coordenação de Pós-graduação em Saúde Coletiva, em nome da comunidade do Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, manifestam seu apoio aos Coordenadores de áreas da CAPES e às Comissões de Avaliação dos Programas de Pós-graduação, em face dos últimos acontecimentos, que levaram à suspensão da avaliação do Quadriênio 2017-2020.

A posição do IMS junta-se às recentes manifestações da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e do Fórum de Coordenadores dos Cursos de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO)

Publicamos abaixo a carta da coordenação da área da Saúde Coletiva sobre a avaliação da Capes – quadriênio 2017-2020.